Mensagem de Evangelismo. O vazio do homem, o Reino de Deus, sua Graça e sua Paz.

A Palavra diz que Deus colocou no coração do homem a ideia da eternidade, ou o conhecimento da eternidade, isto é: todo homem precisa de algo eterno pra ser completo
Eterno é não ter início nem fim. Resumindo, todo homem precisa de Deus pra se completar e dormir em paz porque só ele é eterno, e só ele pode ocupar um espaço destinado ao eterno. Tentamos a todo instante colocar coisas finitas no lugar que Deus fez para Ele em nosso coração, por isso existe a tal "minha igreja", religião, e boas obras.

Concordo se você não gosta de algumas igrejas, mas não tenha raiva de Deus por isto, afinal, ele te ama! Acredite.

Procuro ser o menos religioso possível pois a religião nos afasta da Graça e a igreja com seus costumes, liberalismos e proibições às vezes nos afasta do Reino de Deus.

Jesus pregava o Reino, e não a religião, nem a placa de uma denominação. Ele nos ensinou a pregar o reino. Mas o que é o Reino?

O livro de Daniel, narra o sonho do rei Nabucodonosor, que sonhou com uma estátua de ouro, ferro, barro, e outros, representando todos os impérios que passariam, e depois, viu no sonho uma pedra cortada, sem mãos, isto é, sem ajuda de homens. A pedra destruiu aquela estátua que representava os reinos humanos.

A pedra, simboliza a pessoa de Jesus Cristo, que veio anunciando o Reino de Deus, que vai destruir e tomar o lugar de todos os reinos. Só é possível participar deste reino por meio da graça, e a graça é um presente de Deus, um favor que temos a despeito dos nossos pecados, falhas, erros, iniquidades. Como disse alguém: "A Graça justifica o pecador, mas não o pecado.". Deus ama o pecador mas odeia o pecado.

Por que crescem as Testemunhas de Jeová? Porque a ideia de um Reino, mesmo que não seja o de Deus, impressiona as pessoas. Deveríamos falar mais sobre o Reino de Deus.

Quem não participar do Reino, vai ser esmagado pela pedra. Isto é o reino, de forma concisa, simples.

Nisto quero dizer que sua vida não está escrita, pré-destinada, e você pode através de suas atitudes ter um futuro melhor no Reino de Deus, ou esmagado fora dele.

O sonho de Nabucodonosor foi uma revelação. Deus mostrou algo que iria acontecer, e nós sabemos que irá acontecer por que Deus, que conhece o futuro já o revelou na sua Palavra para que nós pudéssemos tomar nossa atitude, e escolher se ficaremos com os reinos do mundo, a grana, as mulheres, as religiões, as seitas, os vícios, ou com Seu Reino, que Ele ofereceu de "Graça" pela sua "Graça".

Você merece o inferno, e eu também mereço. A Palavra diz: "Todos pecaram e destituídos estão da Glória de Deus" por isso veio Cristo veio: pra refazer o elo entre Deus e o homem que foi quebrado pelo pecado através da tentação.

Sobre o inimigo, a Palavra diz: "o diabo veio para roubar, matar, e destruir, mas
Cristo veio para que nós tenhamos vida e a tenhamos abundante", "sede sóbrios, vigiai, pois o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar", "ai dos que habitam sobre a terra, por que o diabo desceu e tem grande ira, sabendo que lhe resta pouco tempo"...
ele não está brincando conosco. Os que já tem a Graça de Deus e foram incluídos no seu reino, ele quer desviar, e os que ainda não conhecem a Graça, ele quer cegar para que não a conheçam, isto diz a Palavra de Deus: "por que o diabo cegou o entendimento dos incrédulos para que não lhes resplandeça a luz do evangelho de Cristo"

Alguém que não conhece a Cristo pelo Evangelho, não é participante do Reino pela Graça e não tem noção do que é ter o coração completado pela paz de Deus. Jesus disse: "Deixo-vos a minha Paz, a minha Paz vos dou, e não vo-la dou como o mundo dá". A paz do Senhor é diferente, pois ela completa, tranquiliza, traz segurança, certeza e é disso que o homem precisa, pois não adianta ter religião, dinheiro, poder, e não ter o coração completado por Cristo que é o Eterno.

O diabo veio para tirar a sua vida... Jesus veio para te dar vida, para desfazer as más obras do inimigo da sua alma. Jesus deu por você a própria vida, para que você pudesse ser participante, mesmo sem merecer do Reino de Deus, para que você pudesse ter de "graça" a "Graça" e o coração completo pela Paz do Senhor Jesus.

Que a Paz do Senhor esteja em nós e o Espírito de Deus nos ilumine os pensamentos.

Luis Paulo Silva.


Fé, obras, e Graça!

Como Graça de Deus pode alcançar a vida dos que têm fé e obras?

Jesus disse: "Aquele que crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva."

Contexto:

Jesus estava detido na Galiléia pelo motivo de que após operar um milagre, os judeus procuravam sua morte por tê-lo realizado num sábado. Os judeus não criam em Jesus.

Seus irmãos então diziam a Jesus que ele deveria subir à Judéia,a fim de tornar-se famoso, para que o mundo cresse nele mas, mesmo que pareça haver uma boa intenção de seus irmãos, eles estavam apenas provando a Jesus. Os irmãos de Jesus não criam nele.

Depois de alguns dias, Jesus foi à Judéia, porém de forma oculta, sem chamar a atenção, e quando chegou no templo começou a ensinar, e o povo embora admirado pela sua sabedoria, depois o acusaram de ter demônio! O povo não cria em Jesus.

Jesus então no último dia da festa, levantou-se e exclamou:" Quem tem sede, venha a mim e beba! Aquele que crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva!

Queridos, a água qual Jesus se referia, é o próprio Deus, o Espírito Santo, e no mesmo livro, no capítulo quatorze Jesus diz: "E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco,o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não no vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós...". Logo percebemos, que é preciso crer em Jesus e crer da forma como ensinam as escrituras, não do meu jeito, nem do seu jeito, não forma de nossos pais, nem da forma como nos ensinam as instituições que tanto se contradizem, mas como diz a Palavra de Deus.

Hoje é normal alguém dizer: "Eu acredito em Deus, serei salvo". É preciso ensinar que fé é uma coisa, e pensamento positivo é outra completamente diferente. Esta fé desprovida de conhecimento da Palavra de Deus JAMAIS resultará em salvação.

O que temos aprendido nas igrejas é crer para ter. Nos ensinam uma tal "filosofia" com um nome mascarando-a de "teologia da prosperidade" e "confissão da fé positiva", mas o que Deus quer nos ensinar é a fé em Cristo que atrai a presença do Seu Espírito Santo, fé para ser, fé que molda caráter, não pensamento positivo para atrair coisas que as pessoas desejam. A verdadeira fé, faz fluir de nosso interior um rio! O próprio Deus flui através dos homens que têm fé! Aleluia!

Mas será que apenas crer, é suficiente para receber o Espírito do Senhor? Em Tiago 2:17 diz:"Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta. Porque,assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta."

Vivemos num tempo no qual vemos a todo instante, pessoas que se dizem de fé, mas ainda assim não possuem boas obras. Estes são mortos-vivos no meio do povo de Deus. Por outro lado também vemos pessoas cheias de boas obras, e que embora tenham as obras, não conhecem a Palavra de Deus e consequentemente são incapazes de crer como diz a Escritura. Esses são aqueles que se auto-justificam: "Eu não fumo, não bebo, não espanco os meus filhos, frequento a minha igreja, sou um bom homem." Tolos! boas obras não compram a salvação de Deus. A nossa justificação está no calvário, na morte de Cristo, e não nas nossas boas obras.

Mas será que fé e obras salvam? Se a fé sem obras é à toa, e se obras sem fé são sacrifícios de bobo, será que fé e obras, juntas, podem resultar em salvação?

A resposta bíblica é NÃO!

Mas não se desanime, a salvação da sua alma não vem pela fé, nem pelas obras, nem por fé com obras, mas pela GRAÇA! Veja o que diz Efésios 2.8:"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus."

Vemos como exemplo disto, o homem chamado Cornélio, o qual tinha fé, tinha obras, mas não tinha a Graça. Veja Atos 10:
"Morava em Cesaréia um homem de nome Cornélio, centurião da coorte chamada Italiana, piedoso e temente a Deus com toda a sua casa e que fazia muitas esmolas ao povo e, de contínuo, orava a Deus."

Nos versos seguintes, vemos que o Senhor faz algo para completar este homem "sem Graça":

"Esse homem observou claramente durante uma visão, cerca da hora nona do dia, um anjo de Deus que se aproximou dele e lhe disse: Cornélio! Este, fixando nele os olhos e possuído de temor, perguntou: Que é, Senhor? E o anjo lhe disse: As tuas orações e as tuas esmolas subiram para memória diante de Deus. Agora, envia mensageiros a Jope e manda chamar Simão, que tem por sobrenome Pedro."

Veja, Cornélio tinha fé (temia a Deus e orava a Deus), e também tinha obras ( dava esmolas, era piedoso), mas isto serviu apenas para lhe fazer notório diante de Deus, jamais para lhe trazer a presença do Espírito Santo e a salvação de sua alma.

A solução, encontramos nos versos seguintes, pois Deus preparou para ele um encontro com Pedro, que lhe anunciou o Evangelho, e depois de conhecer a Palavra foi cheio ele e toda a sua casa do Espírito de Deus, pois só através do conhecimento da Palavra se pode ter fé, pois a fé é gerada pelo ouvir a Palavra de Deus, e uma vez gerada, ela produz vida em nós, e nos possibilita receber a Graça de Deus, que se disponibilizou em Cristo Jesus!

Que esta Palavra sirva para vossa edificação!

Nele por quem, para quem, e de quem são todas as coisas,

Luis Paulo Silva.