Pages

"...pois este também é filho de Abraão." Parte 2

Lucas 19. 7 -10
"E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador.
E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado.
E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão.
Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido."

Gal 3. 6,7 e 26
Assim como Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.
Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão.
Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.

Zaqueu era discriminado pela sua profissão. Zaqueu prestava serviço à Roma como chefe dos cobradores de impostos que eram considerados ladrões, e se fossem judeus, eram considerados traidores. Zaqueu era rico. Agora o ponto mais marcante na vida deste homem: Zaqueu era necessitado da salvação.
Ao observar a mesa, os judeus não entenderam, mas estava ali uma representação clara do Reino de Deus; O publicano sentado num lugar de honra, ao lado de Jesus, enquanto um jovem cumpridor da lei, aparentemente perfeito a essas horas já estava em sua casa, pois mesmo tendo falado com o Mestre e ouvido o seu sábio conselho, mostrou que a sua prioridade não era estar com Cristo, mas desfrutar das riquezas que possuía. Este jovem estava dividido entre Deus e Mamom, entre Jesus, o Cristo, e o dinheiro, mas Zaqueu não...

"E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado." ( Lc 19.8)"

É claro que Jesus não queria o dinheiro de nenhum dos dois personagens, mas sabia que o jovem tinha seu coração nas riquezas, e isso impediria a sua salvação, embora toda a sua conduta fosse perfeita, e sabia que Zaqueu já tinha seu coração em Cristo, e isto não o impedia de ser rico.
Quem quer se entregar a Jesus, tem que entregar tudo.
O que faz de um homem, um filho de Abraão? Cumprir a lei ou ter a esperança em Cristo?
Os fariseus diziam ser filhos de Abraão, mas João disse a eles que Deus podia levantar até das pedras filhos a Abraão.
O jovem de qualidades cumpria a lei, portanto, não roubava, não matava, não desrespeitava os seus pais, enfim, ele não pecava mas também não fazia mais nada.
Zaqueu pecava, porém subiu numa figueira para ver o mestre sem se importar com o que pensariam dele. Zaqueu não teve vergonha de ir até Jesus, e Jesus não teve vergonha de ir até Zaqueu.
Aprendo então, que crer é melhor do que aparecer, e ser é melhor do que parecer. Enquanto estivermos como fariseus, limpando o exterior do copo até ficar impecável, sem se preocupar com o seu interior, nunca teremos a aceitação que teve aquele publicano que batia no seu peito e chorava reconhecendo os seus pecados, e que não era digno de nada.
Luis Paulo Silva.

Um comentário:

O seu comentário é muito importante, fique a vontade mas sempre que possível, deixe assinado o seu nome.