Relacionamentos inadequados


Por Pra. Ângela V. Cintra

TEXTO BASE: Pv 1.10-11,15,17.

NOSSAS AMIZADES:

O livro de Provérbios foi escrito por Salomão e seu título significa "comparações". Nele, encontramos a diferença da vida e das escolhas dos sábios e dos tolos, dos justos e dos injustos, dos santos e dos impuros. Os dois caminhos
estão à nossa frente, e a Bíblia, de maneira muito clara, nos adverte sobre onde iremos parar ao final de cada um deles. Devemos amar indistintamente todas as pessoas, mas devemos escolher com quem iremos andar. Quem serão os nossos amigos de fato.
Encontramos, nas Sagradas Escrituras, que o temor do Senhor e o bom ensino dos pais nos ajudam, dando sabedoria nas escolhas da vida (Pv 1.7-9). Esse texto nos fala sobre a escolha das amizades. Os apelos do mundo estão gritando por todos os lados, mas a escolha é nossa. O primeiro passo está na atração mundana (querem seduzir-te), em seguida nos convites (vem conosco...), e, finalmente, no arquitetar os projetos malignos (embosquemo-nos... lança a tua sorte entre nós...).

A sábia Palavra de Deus nos orienta: [...] "Não te ponhas a caminho com eles; guarda das suas veredas os teus pés" (v.15). Existem ciladas malignas atrás de amizades mundanas (v.17-19). Não é por acaso que o primeiro Salmo da Bíblia e o primeiro capítulo de Provérbios nos alertam sobre as amizades. "Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes o seu prazer está na Lei do Senhor, e na sua Lei medita de dia e de noite" (Sl 1.1-2). Davi escreveu este Salmo e nos mostra que quem busca o Senhor é bem sucedido e feliz, ao contrário do que vive entre más companhias, que, sem segurança, irá perecer no juízo (Sl 1.3-6).

Infelizmente, há homens casados que, ao andarem com colegas de trabalho solteiros, começam a deixar as responsabilidades do casamento e desgastam seu relacionamento conjugal. Da mesma forma, mulheres casadas, que, longe do convívio do lar, na faculdade ou no serviço, também se esquecem de seu compromisso com o marido e do cuidado com os filhos. Tanto os solteiros como os casados devem tomar muito cuidado nas escolhas das amizades, das pessoas que freqüentam a sua casa. Às vezes, até mesmo tentando ajudar alguém, corremos o risco de prejudicar o nosso lar ou a nossa comunhão com Deus. Os jovens e adolescentes precisam estar muito atentos quanto às suas amizades. Tanto podem crescer espiritualmente com bons amigos, como podem, até mesmo, se desviar do caminho da verdade devido às más companhias. Não há dúvida de que o nosso melhor amigo é Jesus. Que tal deixá-lo ajudar-nos na escolha de nossas amizades?

RELACIONAMENTOS INADEQUADOS:

Temos visto tantos casamentos desmoronarem no abismo da fornicação e da imoralidade por causa de relacionamentos inadequados.
Pessoas divorciadas, os que estão com casamentos em crise, ou jovens adultos que estão cansados de esperar por sua "alma gêmea", às vezes caem nas ciladas da fornicação e do adultério. Se há um descuido na vida de comunhão com o Senhor: pouca oração, coração impaciente por fraqueza espiritual (sem o alimento diário da Palavra) ou se o foco da vida não está no Senhor, mas no próprio "Eu" com suas paixões, então o perigo de cair no pecado da imoralidade é muito grande. No mundo de hoje, tudo é permitido, o importante é ser feliz, mas esta filosofia de vida não mostra os resultados desastrosos dos relacionamentos inadequados: gravidez indesejada, destruição do casamento, doenças fatais, feridas na alma, traumas emocionais dificílimos, vergonha e morte. Estes conceitos falsos de felicidade pelo prazer já são bastante antigos. Em Provérbios, encontramos palavras de alerta sobre o adultério: "Filho meu, atende à minha sabedoria, [...] porque os lábios da mulher adúltera destilam favos de mel, e as suas palavras são mais suaves que o azeite; mas o fim dela é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes. Os seus pés descem à morte, os seus passos conduzem-na ao inferno. [...] Afasta o teu caminho da mulher adúltera e não te aproximes da porta da sua casa." (Pv 5.1,3-4,8.)
Estes conselhos servem para todo o tipo de atração sexual pecaminosa, onde há somente morte e destruição. É impossível colher frutos de alegria e paz do espinheiro do pecado da imoralidade. As conseqüências são irreversíveis: "Tomará alguém fogo ao seio, sem que as suas vestes incendeiem? Ou andará alguém sobre brasas, sem que se queimem os seus pés? Assim será ao que se chegar à mulher do seu próximo..." (Pv 6.26-29.)

PONDO EM ORDEM OS RELACIONAMENTOS:

Quando Abraão encarregou seu servo Eliezer de buscar uma noiva para seu filho Isaque, ele ordenou que este não lhe trouxesse
moça de Canaã, mas da casa de seu pai, em Harã (Gn 24.3). As nações de Canaã estavam condenadas por causa de sua cultura pagã imoral e pervertida. A futura esposa de Isaque deveria conhecer e amar o Deus verdadeiro e santo, o Deus de Abraão. E Eliezer ora, pedindo a ajuda e direção para tão importante tarefa (Gn 24.12-14). Sabemos que o jugo desigual é um sério problema no casamento. Muitas lágrimas são derramadas por conflitos provocados pela falta de entendimento espiritual. Siga a instrução bíblica, querido irmão, não entre em jugo desigual com os incrédulos. Isto é válido para o casamento e sociedades.

Muitos problemas e sofrimentos serão evitados na escolha orientada por Deus. Rompa, enquanto é tempo, com laços de jugo desigual que poderão prendê-lo.

CONCLUSÃO:

Evitamos muito sofrimento ao orarmos ao Senhor sobre nossos relacionamentos: "Pois livraste da morte a minha
alma, das lágrimas os meus olhos, da queda os meus pés. Andarei na presença do Senhor, na terra dos viventes." (Sl 116.8-9.) Os pais precisam ser amigos de seus filhos (Cl 3.21; Pv 4.1-6). Os cônjuges precisam ser os melhores amigos e buscarem, juntos, agradar um ao outro (1Co 7.32-34). Os jovens precisam buscar a santidade na conduta, nas palavras, no procedimento
e na escolha das amizades (Tt 2.6-8; 2Tm 4.9-15).

RESPONDA SINCERAMENTE:

Você está envolvido em algum relacionamento inadequado?

Você tem percebido que, embora dizendo ? Somos só amigos? Há algo mais, que já é pecado e não deveria
haver entre você e alguma pessoa?

Você está se preparando para um casamento em jugo desigual?

Você tem sido amigo de seus filhos e de seu cônjuge?

Você tem permitido amizades que estão prejudicando sua família e seu relacionamento conjugal?

Arrependa-se, acerte seus relacionamentos e escolha, hoje, a vontade do Senhor para sua vida.

FONTE: IGREJA BATISTA DA LAGOINHA (revisado por Luis Paulo Silva

8 comentários:

  1. Olá meu querido irmão e amigomuito agradecido pela visita em meu blog e estarei divulgando seu também.
    Parabéns pelas postagens e continue firme, sempre, seguindo a Jesus nossa Inspiração
    Abraço do Pr Elder
    O Semeador

    ResponderExcluir
  2. Paz do Senhor!

    Excelente texto!

    Deus abençoe!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Estou aproveitando este espaço para divulgar meu blog "Salvos Pelo Amor!"

    Não deixem de conferir!

    Abraço.

    http://salvospeloamor.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Shalom!

    Muito bom texto, e edificante. Não é de agora que tive que tomar decisões em minha vida sobre relacionamentos, principalmente em minha vida conjugal. Muitas vezes existem certos relacionamentos em nossas vidas que não nos edifica em nada, e no final só traz discórdia.

    O mais certo a se fazer nessas horas é realizar uma auto-analise de nós mesmo, e chegar em arrependimento aos pés do Senhor e deixar tudo aquilo que atrapalha nossa vida co Deus e com as pessoas que nos ama.

    Paz e Graça a todos!!!

    ResponderExcluir
  5. Alessandro, a paz do Senhor! Visitarei o seu blog, que Deus o abençoe e obrigado pela visita!

    Luis Paulo Silva.

    ResponderExcluir
  6. Amigo Remanescente, a paz do Senhor!

    Muito bom o seu depoimento. Acredito que todo cristão e às vezes até mesmo o não cristão deve fazer este tipo de escolha algumas vezes.
    No que se refere ao casamento, realmente as amizades podem interferir de forma destruidora, como diz o texto e entendo que a vontade de Deus é sempre a construção sadia de um matrimônio com amizades que ajudem neste processo sempre com bons conselhos e motivando a unidade do casal. Um amigo que te aconselha a fazer coisas que o seu cônjuge desaprova, causando assim contendas em seu lar, com certeza não é um amigo de Deus para a sua vida.

    Que Deus o continue abençoando mais e mais!

    Luis Paulo Silva.

    ResponderExcluir
  7. Paz senhor Luiz! Sou um cristão desviado dos caminhos de Deus, porém muito fraco na fé, caí na cilada do inimigo, não sei mais ao certo o que acontece em minha vida, estou vivendo uma amargura terrível por amar uma mulher casada, tudo ao meu redor está esvaziando-se, não tenho cabeça pra mais nada a não ser em pensar em uma mulher, preciso de oração, preciso de ajuda.
    Contarei á você minha atual situação e espero que você como servo de Deus usado pelo espírito possa me ajudar:
    Á 2 anos atrás eu praticava sexo com casais, minha fantasia era possuir uma mulher acompanhado de outro homem, no caso os esposos. Um belo dia fui procurado ás escondida por uma esposa muito carente de um casal que tinha saído e começamos a conversar por telefone, começamos a sentirmos afinidades um pelo outro, ela disse-me que o esposo a traia muito e que só fez o que fez de sair comigo e ele juntos porque o amava muito na época e tentava agradá-lo de todas as formas atendendo a todos seus pedidos e taras. Apaixonamos-nos e acabei sendo o amante dela até aos dias de hoje.
    Durante esses 2 anos ela engravidou-se de mim, hoje temos um filho lindo de 1 aninho, porém o mesmo é registrado como filho do esposo que soube recentemente que o filho não é dele porque eu manipulei uma forma sem que ele soubesse que eu e a mulher fossemos amante forçando-o a fazer o DNA, fiz isso na tentativa de separá-los e eu poder desposar essa mulher já "casada" que tanto amo, foi em vão, por eu estar sob o jugo de satanás quase fiz a besteira de contar pessoalmente tudo ao esposo em tempo de ele matá-la, recentemente perdi totalmente a cabeça por causa dessa mulher, hoje estou desolado, aflito, estou me sentindo preso á um sentimento como se estivesse caído em uma teia de aranha. Por eu ter tomado algumas atitudes monstruosas na tentativa tê-la e por eu prejudicar esta mulher para que separasse a força e ela ficasse comigo, hoje ela ja não sabe ao certo o que sente por mim e pelo esposo, disse-me que há uma atração muito forte por mim, que me tem um carinho enorme e que não sente segurança junto de mim, não sabe se me ama, já pelo esposo ela não sente atração alguma e diz sentir apenas uma amizade verdadeira por ele, também não sabe se o ama.
    Eu sou conhecedor da verdade, sou ciente que tudo que Deus une o homem não separa, porém penso comigo que por ter havido muito adultério da parte dele com ela então existe a possibilidade dela separar-se dele se assim for da vontade dela e prosseguir sua vida até mesmo casando-se novamente com um outro homem. Outra, para tudo que acontece aqui na Terra há um propósito, tudo por mais banal que seja e aconteça tem um por que, não cai uma folha de uma árvore sem que haja a permissão do altíssimo ainda que esta esteja seca e estorricada, por que então Deus permitiria que eu e ela tivéssemos este filhinho lindo juntos com sangue meu correndo nele? Por que este sentimento, esta vontade louca dentro de mim de tê-la e fazê-la feliz como esposo?
    Juro-te, estou desesperado, queria muito esta mulher pra mim, responda você minhas perguntas, Deus permitiria que eu a desposasse? Permitiria e abençoaria eu ser feliz com ela e nosso filho diante de toda esta situação? Ajude-me, preciso de conselhos, orações, já estou indo á igrejas, mas nada sinto de Deus para comigo, estou cego espiritualmente, não sei mais o que fazer, estou terminando este texto, este pedido de ajuda aos prantos correndo lágrimas de meus olhos.
    Que Deus o use tremendamente quando ler este texto e possa me aconselhar na unção do espírito a fazer a coisa certa meu irmão. Ajude-me, te imploro!

    Alessandro
    São José dos Campos - SP
    coringaarrs82@hotmail.com
    coringaarrs@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  8. Amigo e irmão,


    Sua situação é um tanto complicada. Deus jamais deseja que um casamento seja desfeito, esta é a pura verdade. A pessoa com que você se envolveu, deveria se arrumar com Deus e orar pela salvação de seu marido e pela edificação do seu casamento. Se ela não tiver fé suficiente e largar o marido, deve permanecer só, pois estando ele vivo, ainda é uma só carne com ela.
    No ato sexual você se liga à pessoa tornando-se uma só carne, mas este ato só é aprovado por Deus se acontece dentro de um matrimônio. Se ela é casada com ele, está ligada a ele até que a morte os separe e ponto final. Segundo a Bíblia, se um deles não quer mais viver junto, devem ambos estarem sós, senão cometerão adutério, e os adúlteros estarão de fora do Reino.

    Quanto a você, coloque-se na presença de Deus e sirva-o buscando a libertação deste sentimento maligno, que não faz bem a você, nem a ela, nem a ninguém.

    Quanto ao seu filhinho, cabe a vocês decidiremse vão contar a elee ao marido dela a verdade, mas meçam as consequências. Ore e peça direção a Deus porque não há situação que ele não resolva, creia nisto.

    Não peça pra Deus trazer esta mulher para você, pois ela é do seu próximo, e você peca 2 vezes fazendo isto. Sei que é difícil, mas esqueça-a, mesmo que tenha de mudar de estado, cidade ou país.

    Se você frequenta alguma igreja e é batizado, converse com o seu pastor, se humilhe perante Deus e ele te exaltará.
    Jesus te ama e tem o melhor pra você! Confia n'Ele!

    Um abraço, espero notícias.

    LPS

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante, fique a vontade mas sempre que possível, deixe assinado o seu nome.