As vantagens de uma perseguição

Vemos no Brasil um certa desvalorização do Evangelho de Cristo. Basta ver o tipo de fé que demonstram a maioria dos "cristãos". Estes suportariam ser perseguido por amor Verdade de Deus? Crentes que são ensinados a amar o mundo dariam as suas vidas por Cristo? Creio que não. O senhor dele é o diabo, e não Jesus. Trocariam facilmente o nome de "crente" por qualquer outro que fosse necessário. Adorariam a qualquer coisa que lhes pudesse poupar a vida.
Isto é sério.
A perseguição teve uma finalidade nos tempos da igreja primitiva. Será que uma perseguição faria bem ao Brasil?
Em um outro texto citei o episódio no qual um famoso líder evangélico era tratado como se fosse um príncipe ou coisa parecida. Será que haveria concorrência para estar na liderança nacional de um povo que está sendo preso por causa da fé que professam? Trocariam estes os seus jatinhos e helicópteros por camburões e algemas? Acredito que os líderes seriam os primeiros a negar a fé que professam hoje e que lhes garante tão bom salário. Estes falsos líderes sequer entendem que Cristo chamou a Igreja para sofrer neste mundo e ser recompensada na glória. Se houvesse uma perseguição aos verdadeiros cristãos da nossa nação, estes hipócritas e filhos do diabo apenas revelariam quem são de fato. Por que ter fama e glória no mundo se este jaz no maligno?
A perseguição seria uma maneira eficaz de tirar máscaras no meio do povo de Deus. Uma perseguição faria bem à obra de Deus aqui no Brasil.
A Bíblia diz que as provas pelas quais passaram os irmão da igreja primitiva renderam crescimento. Crescimento não às instituições chupadoras do sangue do fiéis, mas crescimento para o reino de Deus. Os que eram dispersos iam por toda a parte anunciando a Palavra (At 8.4).
O Brasil tem uma geração de falsos crentes que são um monte de coisas, menos fiéis. São extravagantes, apostólicos, proféticos, tremendos e muitos outros nomes, mas são crentes que diferentes dos irmãos primitivos, já estão por toda a parte mas a ninguém anunciam o Evangelho escandalizam os que tentam se aproximar de Cristo e os que conseguem somar-se à algumas "igrejas" acabam aprendendo tudo errado e se tornando mais proféticos, apostólicos, e tremendos do que os que já estão inseridos nestes movimentos carnais.
O apóstolo Paulo escreveu em Filipenses 1.12-14 dizendo que as suas cadeias serviram para animar os demais irmãos. O que seria do carcereiro se Paulo e Silas não sofressem perseguição (At 16.19-40)? Talvez teria morrido sem conhecer a Cristo. A igreja brasileira tem falhado nisto. sobram teólogos e pastores, e evangelistas mas são poucos que querem ser, a despeito de suas patentes, verdadeiros missionários.
O alvo não é mais apresentar a Cristo, pois caso fosse este o objetivo principal da igreja, o seu dinheiro seria usado principalmente para esta finalidade.
A calma do nosso mar tem feito muitos crentes e líderes acomodarem-se, mas Deus vai mudar isto, assim eu creio.

Em Crsito,

Luis Paulo Silva.