O que ninguém tira de mim - Deus e a marmita



Ouvi
nesta semana uma pessoa dizer o seguinte: que se ganhasse na loteria ou algo similar gastaria maior parte do valor com viagens. A sua opção era embasada no argumento que bens como carros, casas, móveis luxuosos ou roupas podem ser roubados de quem os possui, mas viagens não, pois elas ficam registradas, foram momentos vividos e ninguém pode arrancá-los de quem os viveu.
Eu, como cristão que sou, logo argumentei que havia sim, a possibilidade de se perder uma viagem feita. Para que esta permaneça em "posse" de alguém, ela precisa ficar guardada, armazenada na mente deste alguém. Uma leve pancada na cabeça poderia resultar em perda de memória e lá se iria a viagem tão bem guardada. Contei sobre a conhecida fala de Cristo, quando se referia ao fato de ser difícil um homem rico herdar o Reino de Deus, comparando tal possibilidade à de um camelo passar pelo fundo de uma agulha. Fora isto, ninguém consegue guardar em sua mente 100% dos fatos vividos. isto motivou o ser humano a criar a escrita, a fotografia,a videofilmagem, etc. Com relação ao camelo ainda, disse à ela que a passagem citada se referia ao esforço que faziam os camelos daquela época em entrar por uma porta estreita e baixa, onde eles precisariam se ajoelhar e deixar as suas cargas que representam não somente as riquezas, mas o ego, o orgulho, a autosuficiencia, ao que ela respondeu que isto era uma questão de crença.
Embora se tratasse de uma conversa sem objetivo, onde as pessoas falam até sem o cuidado de estarem sendo analisadas, este comentário me fez meditar em algo que nunca havia meditado antes.
Minha "viagem" começa no seguinte ponto: O segredo da descoberta estava na marmita que eu esquentava. Com uma pergunta simples, pude entender a questão da crença, ou da fé.
Os homens têm uma tendência natural à religião. O homem precisa crer em algo para se sentir espiritualmente seguro. É como uma lacuna no seu coração, como uma fome que nunca é saciada. Os muitos índios tentam superar esta crise adorando o elemento mais inalcançável que conhecem: O sol. Precisa ser algo maior do que o ser humano, algo mais poderoso e mais forte.
A Bíblia explica isto no livro de Eclesiastes 3. 11: Tudo fez formoso em seu tempo; também pôs na mente do homem a ideia da eternidade, se bem que este não possa descobrir a obra que Deus fez desde o princípio até o fim.
A certeza de que existe Deus está no coração do homem. Enquanto ele não o conhece, vai tentando o substituir por riquezas, falsos deuses, pela idolatria, religiões falsas e tudo o mais que for possível. Quando o homem conhece a Deus, obtém um presente que o acompanhará não só nesta vida, mas durante a eternidade: a salvação da alma. Isto sim, ninguém pode roubar.
Você deve estar se perguntando: "o que isto têm a ver com a marmita???". Lá vai: A minha marmitinha existia, sim existia e eu podia apalpá-la, eu a comi todinha e limpei o potinho, mas a fome não. Não poderia me livrar da fome, pois não poderia pegá-la, assim como não posso me livrar da dor, do amor, da raiva. A marmita foi feita por causa da fome e não a fome inventada por causa da comida. Parece ridículo?
"A religião foi criada pelo homem por causa de Deus", e não "Deus foi criado pelo homem por causa da religião". Até mesmo os ateus têm a sua substituição para a religião, que é o ateísmo. Muitos homens tem defendido o ateísmo mais do que os religiosos têm defendido a religião. E no que consiste o ateísmo? Do meu ponto de vista, da necessidade de negar a Deus. Do medo de que ele seja real, pois se ele é real como os "irracionais cristãos" pensam, existe um jeito certo de se viver. A falta de disposição de andar conforme a palavra de Deus gera um forte impulso em negar a sua existência. Crer em Deus é crer em milagres, acreditar no sobrenatural, no que vai além do que a mente pode entender sem a revelação da Palavra de Deus. Se a ciência fosse suficiente para me provar que Deus existe, ele não me deixaria a sua Palavra. Deus se revela ao homem, e não um Deus que é revelado pelo homem. Deus oferece experiência pessoal com ele, logo, ela não pode ser transferida através da comunicação, quem quiser beber desta água deve ir à fonte.
Se a religião criada pelo homem é falha, o Deus que ela procura encontrar é perfeito, e não é o criador da religião, mas o criador do universo e do homem que criou a religião para amparar a sua alma (sem sucesso) e a marmita pra matar a sua fome (deu certo!).

Que esta reflexão edifique a vida de vocês.
Em Cristo, Luis Paulo Silva.

Como surgem muitas Heresias


"Respondeu-lhes Jesus: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus."

Queridos, dando uma passada no blog Caminhando na Graça, de Graça tive o desprazer de assistir ao vídeo que mostra a Gretchen afirmando com toda a convicção que uma frase que surgiu na sua cabeça estaria na Bíblia Sagrada.

Este triste e ridículo fato me fez meditar em algo muito importante: como estão sendo formuladas as doutrinas no seio da Igreja?

Na verdade, nenhuma doutrina precisa ser formulada, ou reformulada, pois está tudo prontinho na Bíblia, é só ler e buscar a revelação do Espírito Santo para compreender, mas o que me deixa boquiaberto é que dia após dia, são formuladas doutrinas erradas a partir de frases de pregadores, músicas, por exemplo: Um certo pregador famoso, já há muito tempo atrás tinha mania de dizer para os crentes pegarem o diabo pelos chifres, o que com certeza fazia os novos convertidos o infantis na fé acreditarem que é possível ou correto afrontar o diabo desta forma. Uma música se referia a Jesus como "o homem dos milagres" e dizia que ele misturava o seu sangue com óleo para as pessoas e outras dizem que Deus não é Deus de longe, mas sim de perto. São coisas que às vezes passam desapercebidas, mas que geram grande prejuízo para a igreja. Alguém canta aqui, outro alguém acha bonitinho e prega aquela ideia alí, e daqui a pouco temos mais uma heresia disseminada no meio de Igreja.

Há também aquelas pessoas que atribuem aos seus pastores-ídolos a autoridade de mudar o que está na Bíblia. Pode estar claramente explicado na Palavra de Deus determinado assunto, mas o importante é que o suposto "homem de deus" falou.

Estejamos atentos amados para não falar tudo o que ouvimos. Os irmão de Beréia conferiam a mensagem de Paulo com as Escrituras, por que faremos diferente?

Reflita.

Em Cristo,
Luis Paulo Silva

Confira o vídeo:

Sobre intercessão


No livro do profeta Ezequiel cap. 22 e versículos 30 e 31 lemos:
"E busquei dentre eles um homem que estivesse tapando o muro, e estivesse na brecha perante mim por esta terra, para que eu não a destruísse; porém a ninguém achei. Por isso eu derramei sobre eles a minha indignação; com o fogo do meu furor os consumi; fiz que o seu caminho recaísse sobre a sua cabeça, diz o Senhor Deus."

Os versículos que antecedem este texto falam sobre a desobediência do povo a Deus, fala sobre coisas terríveis que aquele povo praticava todos os dias.
Servimos a um Deus que é o único Deus. Ele é vivo, ele é bom, ele é justo. Por este motivo destruiu Sodoma e Gomorra, e algumas cidades circunvizinhas, por causa da sua justiça e do pecado do homem.
Você pode pensar "ora, mas isto foi no antigo testamento" mas e o que aconteceu com Ananias e Safira, na época da Igreja Primitiva, significa algo para você? A verdade é que Deus ainda castiga, ainda pune, ainda mata e isto não o faz menos amoroso, nem menos justo, pelo contrário.
Observando alguns texto hoje em diversos blogs por onde passei esta madrugada observei algo muito interessante. As pessoas estão prontas a falar sobre as atualidades, sobre as novelas, sobre quem saiu ou entrou na convenção, na igreja, quem comprou avião, quem pediu dinheiro, enfim, apologética é importante e necessária para os cristão atuais, mas não podemos perder o nosso foco, a visão que Deus nos deu, o objetivo da nossa conversão: gerar frutos.
Enquanto o povo peca, não podemos estar nos preocupando muito com outras coisas porque as pessoas estão indo ao inferno sem que percebamos.
Muitas vezes o que faz a diferença entre a morte e a vida na vida do pecador é a sua intercessão por ele. O que vai determinar se aquela é a última chance que Deus dá a ele ou se haverá mais uma oportunidade é a sua oração.
Deus deu a nós que somos seus filhos autoridade, poder sobre potestades, e promessa de ouvir a nossas orações.
poderia citar muitos exemplos bíblicos de intercessão, mas com certeza não é necessário. Quero apenas que você leitor, reflita profundamente sobre a sua obrigação de interceder pela sua família, pelo próximo no seu trabalho, escola, igreja onde for. Esteja na brecha.


Em Cristo,
Luis Paulo Silva.

O papel da Pregação e do Ensino da Palavra de Deus



É comum se ver hoje pessoas intituladas “pregadores”. Estes pregadores em sua maioria ganham espaço trazendo mensagens “avivalistas”, ou seja, mensagens barulhentíssimas pelas igrejas que na sua maioria são pentecostais. Existe um estilo quase comum nas mensagens destes pregadores, a saber: som alto, pulos, gritos, e normalmente um forró para fechar mensagem, pois parece que com ritmos menos agressivos o fogo não pega.

O que se pode observar é que aparentemente perdeu-se em algum lugar da história o propósito da pregação do Evangelho e do ensino.

Edificação nada tem a ver com a emoção e as manifestações tão buscadas na maior parte das grandes igrejas brasileiras.

O tal do “reteté” faz uma separação entre os crentes de “fogo” e os crentes frios. Tem até supostos “pregadores” que brincam chamando os presbiterianos de “sorveterianos”, e as gracinhas vão muito mais longe.

Já fui bastante criticado pela posição que tenho com relação a estes movimentos carnais que se apossaram da igreja. A Palavra de Deus é bem clara: “A manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil.” (1 Cor 12.7). Pergunto então: Qual é a utilidade que tem as tais “danças espirituais”, dos aviõezinhos e rodopios que ridiculamente se fazem aos términos destas mensagens ao som de um forrózinho?A quem edifica ou a quem salva? Pelo contrário! Somente escandaliza os não crentes que muitas vezes vão à igreja em busca de conforto espiritual e chegando lá encontram cenas que muitos já viram pelos terreiros.

O verdadeiro pregador é o evangelista que sai às ruas anunciando o Evangelho, a Graça de Deus. Tagarelar frases feitas para uma multidão de crentes não é pregar.

O verdadeiro ensinador não precisa estar sempre aos berros para impressionar o público, ou platéia, ou escolher uma música que mexa com as carnes no final do sermão. O poder da Palavra pregada vem do Espírito Santo e não da manipulação psicológica. O ensino deve ser compreendido, assimilado, praticado.

Em resumo, a finalidade da pregação é trazer vidas a Cristo e a finalidade do ensino é manter estas pessoas firmadas em Cristo. A igreja hoje precisa de ensinamento. Muito ensinamento.

Em Cristo, Luis Paulo Silva.

Comprometimento com Missões

Ontem estive numa cruzada evangelística, com a finalidade de arrecadar fundos para igrejas do estado da Paraíba (além de evangelizar, claro).
Ocorreu coisas interessantes, pois para mim ficou muito mais claro o quanto o campo de Carapicuíba-SP do ministério do Madureira investe em missões nacionais e internacionais.
Segundo o Pr. Jason, presidente do campo, só em 2009 foram investidos R$ 200.000,00 em missões e o campo cresceu em 10 anos aproximadamente de menos de 40 congregações para mais de 400 em todo o Brasil e fora dele.
Além do investimento em missões, o campo tem investido forte em família e assistência social, pois na sua sede, como de costume, sempre há conferências com 4 ou mais dias seguidos de estudos sobre família que são ministrados por pastores experientes e com formação superior em teologia, além do próprio pastor presidente do campo.
Na área de assistência social, a igreja têm se destacado pela sua atitude de comprar um sítio para construção de uma casa de apoio ao dependente químico, que auxilia também moradores de rua, o que já tem dado bons frutos, pois já é possível encontrar jovens recuperados do vício servindo a Cristo, inseridos no mercado de trabalhando, enfim, preciso reconhecer: A igreja Assembleia de Deus de Madureira Campo de Carapicuíba têm se esforçado para cumprir o "ide" de Cristo, e está caminhando para muitas melhoras ainda.

Luis Paulo Silva.

Mensagem aos leitores

Prezados leitores,

Resolvi mudar o nome do meu blog, pois "Cartas à Igreja" expressa melhor as coisas que pretendo expressar através deste site. Espero que gostem das mudanças que serão feitas à partir de agora, e se Deus permitir postarei muitos textos edificantes para a nossa fé.

Em Cristo,

Luis Paulo Silva.