O papel da Pregação e do Ensino da Palavra de Deus



É comum se ver hoje pessoas intituladas “pregadores”. Estes pregadores em sua maioria ganham espaço trazendo mensagens “avivalistas”, ou seja, mensagens barulhentíssimas pelas igrejas que na sua maioria são pentecostais. Existe um estilo quase comum nas mensagens destes pregadores, a saber: som alto, pulos, gritos, e normalmente um forró para fechar mensagem, pois parece que com ritmos menos agressivos o fogo não pega.

O que se pode observar é que aparentemente perdeu-se em algum lugar da história o propósito da pregação do Evangelho e do ensino.

Edificação nada tem a ver com a emoção e as manifestações tão buscadas na maior parte das grandes igrejas brasileiras.

O tal do “reteté” faz uma separação entre os crentes de “fogo” e os crentes frios. Tem até supostos “pregadores” que brincam chamando os presbiterianos de “sorveterianos”, e as gracinhas vão muito mais longe.

Já fui bastante criticado pela posição que tenho com relação a estes movimentos carnais que se apossaram da igreja. A Palavra de Deus é bem clara: “A manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil.” (1 Cor 12.7). Pergunto então: Qual é a utilidade que tem as tais “danças espirituais”, dos aviõezinhos e rodopios que ridiculamente se fazem aos términos destas mensagens ao som de um forrózinho?A quem edifica ou a quem salva? Pelo contrário! Somente escandaliza os não crentes que muitas vezes vão à igreja em busca de conforto espiritual e chegando lá encontram cenas que muitos já viram pelos terreiros.

O verdadeiro pregador é o evangelista que sai às ruas anunciando o Evangelho, a Graça de Deus. Tagarelar frases feitas para uma multidão de crentes não é pregar.

O verdadeiro ensinador não precisa estar sempre aos berros para impressionar o público, ou platéia, ou escolher uma música que mexa com as carnes no final do sermão. O poder da Palavra pregada vem do Espírito Santo e não da manipulação psicológica. O ensino deve ser compreendido, assimilado, praticado.

Em resumo, a finalidade da pregação é trazer vidas a Cristo e a finalidade do ensino é manter estas pessoas firmadas em Cristo. A igreja hoje precisa de ensinamento. Muito ensinamento.

Em Cristo, Luis Paulo Silva.

2 comentários:

  1. Glória a Deus, estou vibrando de alegria por ter encontrado seu blog, está é a primeira portagem que li, mais já o suficiente para glorificar a Deus.Está muito díficio encontrar pessoas que prezam pelos principios bíblicos, As igrejas cada dia mais se afastam deles, como profetizado nas Escrituras.Quanto ao seu comentário "...parece que com ritimos menos agresivos o fogo não pega", exelente observação, olha só o que eu já vi um pastor dizendo: Tem que tocar pelo menos umas 3 musicas seguidas, pois a primeira é só p aquecer, a segunda começa a incendiar e na terceira, fogo total.kkkkkkkk
    Tambem como vc já enfrentei serios problemas por defender a Biblia, fui retirado do cargo de cooperador, e ouvi explicitas indiretas mandando eu ir atormentar vida de outro pr, ou abrir um ministerio p mim além de ouvir coisas mais graves q estas.
    enfim, meu irmão, não vamos desanimar.esstejamos concios de que todos os q defendem os principios biblicos são perceguidos e em meio a tanta corrupisão do evangelho as pessoas nen sabem mais o que é a verdade, por isto nos acusam de hereges, sem dicernimento, carnais etc.Tenhamos sempre a força do Espirito para anunciar a Verdade.Vamos apronfundar mais e mais nosso conhecimento da palavra de Deus, e vivelá e ensinalá.
    Que Sejamos abençoados nesta caminhada No nome de Jesus Cristo.
    Um abraço.
    josé raimundo da r. Barros

    ResponderExcluir
  2. gostei muito obrigado por tira minha duvida

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante, fique a vontade mas sempre que possível, deixe assinado o seu nome.