Pages

Crente doente, é possível?

Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.(Is 53.4 e 5)


Será que o texto bíblico citado dá base para dizermos que não se deve dizer que um cristão está doente?

A profecia de Isaías, quando diz que ele levou sobre si as nossas enfermidades, foi cumprida como podemos ver neste texto de Mateus 8.16-17:

"E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com a sua palavra expulsou deles os espíritos, e curou todos os que estavam enfermos;
Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças."

Paulo orienta a Timóteo sobre uma enfermidade que este último tinha, e não diz que Timóteo não tinha fé para ser curado, ou que segundo Isaías, Timóteo teria "direito" de ser curado. Ao contrário, veja o que Paulo orienta em 1 Timóteo 5.23:

"Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades."

Será que Paulo ou Timóteo não tinham fé? Pensar que o cristão nunca deve estar doente não é um pensamento bíblico. Nós estamos corpos sujeitos a enfermidades e até à própria morte (que foi vencida por Cristo) mas sabemos que ainda que este corpo se desfaça, temos uma promessa de um corpo glorioso e vida eterna onde não haverá mais morte, dor, enfermidades, ou males.

Que o Senhor nos abençoe a cada dia.

LPS

3 comentários:

  1. O Artigo que o irmão escreveu está biblicamente e teologicamente correto. Pois Deus é soberano e age como quer e efetua seus insondáveis propósitos em nossas vidas. Um crente que sofre enfermidades não é necessariamente um crente que está em desobediência ou porque não tem fé o suficiente, como muitos por aí andam pregando;pois, quantos servos fiéis ao Senhor morreram acometidos de enfermidades, as quais aprouve a Deus não curar? Temos o exemplo de Eliseu (2 Rs 13.14)de Paulo, que, segundo estudos históricos, sofreu muito devido às sequelas de tantos açoites e pancadas porque pregava o Evangelho da cruz; dizem até que ele ficou atrofiado; provavelmente não foram poucas as dores que o nosso irmão Paulo suportou durante o seu ministério, até a sua morte, enfrentando longas caminhadas em lugares de difícil acesso muitas vezes, com tantas limitações físicas.Timóteo sofria de males crônicos no estômago, como o irmão citou no seu Artigo, enfim, isto prova que a enfermidade não está relacionada com a falta de fé ou de obediência, mas surge pela permissão de Deus. Assim como a chuva e o sol vem para justos e injustos, as enfermidades, das mais simples às mais graves e fatais também podem vir sobre o salvo. Certa vez os discípulos, vendo um cego de nascença perguntaram a Jesus se quem havia pecado era aquele cego ou seus pais para que ele nascesse daquele jeito, ao que Jesus respondeu: Nenhum deles "NENHUM DELES"- Jesus não disse que eles não tinham pecado, pois não existe ninguém sobre esta terra que não peque, mas deixou bem claro que os pecados deles não eram a causa daquela enfermidade, porém, Deus utilizou-se daquele fato para manifestar as suas obras aos homens, como de fato aconteceu naquele mesmo instante com a cura daquele cego.
    Aquele que se diz cristão deve compreender que Deus continua sendo o Deus Todo-Poderoso digno de adoração, quer estejamos doentes ou gozando perfeita saúde. Aqueles que esperam viver aqui no mundo só de bonança, vivem um cristianismo raquítico e frustrado, pois ainda não entenderam o que é ter fé e viver uma vida de submissão e adoração ao Senhor! Não entenderam ainda que vencer para o cristão não é necessariamente o "vencer" que se tem ouvido pregar por aí nos dias atuais, neste evangelho manco, que tem se esquecido de pregar dizendo em alta voz: "Arrependei-vos, e crede no Evangelho" para pregar "Venha, e para de sofrer!"
    Irmão, mais uma vez,parabéns pelo Artigo! Que Deus continue a usá-lo mais e mais, para a sua glória!

    ResponderExcluir
  2. A paz e graça do senhor Jesus, Luis...

    Parabéns pelo seu blog. é mais um instrumento para levarmos a palavra de Deus aos leigos.

    Estou seguindo o seu blog, se quiser seguir o meu também, fique à vontade.
    Se quiser trocar banner formando parceria, é só me avisar.

    Fk na santa paz de Jesus. Deus é conosco!

    www.oguardadeisrael.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Graça e Paz Crente!!
    Gostaria de dizer a todos os leitores deste blog que conheço o Luis Paulo pessoalmente pois estudamos juntos, ele é realmente um homem de Deus, temos trocado muitas idéias e vejo que ele tem um ótimo testemunho, o que é difícil nos crentes modernos, bom seria se tivessemos mais pessoal ortodóxas aos ensinamentos bíblicos Parabens Luizinho!!!
    Até Mais querido!

    Bruno Palopoli

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante, fique a vontade mas sempre que possível, deixe assinado o seu nome.