Como será a volta de Cristo?


A Segunda Vinda de Cristo, a ressurreição dos mortos e o fim do mundo.

A Segunda Vinda de Cristo ocasionará a ressurreição de todos os mortos pela sua voz, os justos para a salvação pelo arrebatamento, e os ímpios para destruição e juízo eternos.
Atos 1.9-11:
E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.
E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco.
Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.
Hebreus 9.28:
Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.
1 Tessalonicenses 4.16-17:
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.
1 Coríntios 15.51:
Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
 Estes textos revelam que Jesus virá nas nuvens, assim como por elas foi oculto em sua ascensão, e nesta ocasião se dará o arrebatamento da igreja. O texto ressalta que os que morreram em Cristo terão primeiro lugar na ressurreição. Isto é, depois serão ressuscitados os ímpios, não para serem arrebatados, mas para serem julgados e condenados, sofrendo assim a ira de Deus.
É importante também ressaltar que a ressurreição dos salvos e perdidos acontecerá no último dia. Isto fica claro em vários textos da Bíblia. A grande pergunta é: Se a ressurreição (de Lázaro, o amigo de Jesus e de todos aqueles que guardaram a Palavra de Deus) ocorrerá no último dia, sobrará tempo para algum acontecimento posterior a isto aqui na terra? Veja as citações bíblicas:


João 6.39,40,44,54:
E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia.
Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.
Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.
Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.
João 11.24:
Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último dia.
João 12.48:
Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.
João 5.28-29:
Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.
E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.
O texto diz que “todos” os que estão nos sepulcros. A ressurreição de justos e ímpios se dará no mesmo dia, sendo que os justos ressuscitarão primeiro para que sejam arrebatados, e livrados da destruição do mundo, assim como Noé foi salvo das águas pela arca, e como Ló foi salvo da destruição de Sodoma. Hoje, a igreja de Cristo prega a mensagem do Evangelho e muitos zombam, e desprezam a Palavra de Deus, mas no Dia do Senhor, isto é, na volta de Jesus, haverá juízo para os que não o receberam, mas a igreja será livrada.
Lucas 17.24-36:
Porque, como o relâmpago ilumina desde uma extremidade inferior do céu até à outra extremidade, assim será também o Filho do homem no seu dia.
Mas primeiro convém que ele padeça muito, e seja reprovado por esta geração.
E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem.
Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos.
Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam;
Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos.
Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar.
Naquele dia, quem estiver no telhado, tendo as suas alfaias em casa, não desça a tomá-las; e, da mesma sorte, o que estiver no campo não volte para trás.
Lembrai-vos da mulher de Ló.
Qualquer que procurar salvar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, salvá-la-á.
Digo-vos que naquela noite estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado.
Duas estarão juntas, moendo; uma será tomada, e outra será deixada.
Dois estarão no campo; um será tomado, o outro será deixado.
Jesus afirma primeiro, que sua vinda será de conhecimento universal. A figura que ele usa é um relâmpago que sai de uma extremidade da terra e aparece em outra (veja também Mt 34.27).
Em segundo lugar Jesus compara a sua vinda com os dias de Noé e de Ló. As pessoas viviam suas vidas em pecados e esquecidas de Deus, mas ao entrar Noé na arca, o dilúvio veio e destruiu a todos, e ao sair Ló, o fogo consumiu aquela terra. Assim também a ira de Deus é aplacada pelo amor que tem ele pelos fiéis em nosso planeta. Assim que a Igreja de Cristo  for retirada deste mundo, a destruição total ocorrerá e semelhante aos dias de Noé e de Ló, a justiça de Deus se cumprirá naqueles que não obedeceram ao Evangelho de Cristo.
Em terceiro lugar, Jesus afirma que ninguém será esquecido neste dia. Onde estiver um salvo, haverá surpresa, pois será tomado para Deus, para que a ira de Deus recaia sobre o mundo. Isto explica o que disse Jesus: “estarão dois numa cama; um será tomado, e outro será deixado.”. Isto se refere aos maridos que têm esposas não crentes, e esposas que têm maridos não crentes.
2 Tessalonicenses 1.7-10:
E a vós, que sois atribulados, descanso conosco, quando se manifestar o Senhor Jesus desde o céu com os anjos do seu poder,
Como labareda de fogo, tomando vingança dos que não conhecem a Deus e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo;
Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder,
Quando vier para ser glorificado nos seus santos, e para se fazer admirável naquele dia em todos os que crêem (porquanto o nosso testemunho foi crido entre vós).
Observe que Paulo sabendo disto conforta os crentes aos quais foi direcionada esta carta, dizendo que o descanso da Igreja se dará quando Jesus vier desde o céu com os anjos do seu poder, e ele vem para se vingar daqueles que não obedeceram ao Evangelho, e perseguiram os crentes em Jesus. Note que o arrebatamento e o castigo dos ímpios estão sempre ligados à segunda volta de Cristo. É lógico que se Jesus vem para destruir o mundo com todos os ímpios, e isto será alívio para a Igreja, ela não participará de tal destruição, mas será tomada do mundo no arrebatamento.
Mateus 16.27:
Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras.
Judas 14,15
E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo: Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus santos;
Para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios, por todas as suas obras de impiedade, que impiamente cometeram, e por todas as duras palavras que ímpios pecadores disseram contra ele.
Lucas 21.25-27
E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo; porquanto as virtudes do céu serão abaladas.
E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória.
Apocalipse 1.7:
Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.
Mateus 26.63-64
Jesus, porém, guardava silêncio. E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus.
Disse-lhe Jesus: Tu o disseste; digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do homem assentado à direita do Poder, e vindo sobre as nuvens do céu.
A volta de Jesus e a conseqüente destruição do mundo, revelará todas as obras dos homens. Os ímpios ressuscitados de todas as épocas verão a Jesus na sua vinda e sentirão pavor por vê-lo. “Todo olho verá, até mesmo os que o transpassaram” quer dizer que na volta de Jesus mesmo os soldados e as pessoas que gritaram em alta voz: “crucifica-o”, estarão vivos de novo para sofrer a condenação que Deus preparou para eles.
1 Coríntios 3.13:
A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um.
2 Pedro 3.10-13:
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.
Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade,
Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.
A vinda de Jesus e o julgamento final ocorrerão num mesmo momento segundo as palavras do próprio Jesus. Esta é a paga por todas as obras dos homens:
Mateus 25.31-41,46:
E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.

Quando Jesus voltar e tomar a sua igreja em todo o mundo, este será desfeito diante da sua presença com tudo o que existe nele e os mortos serão julgados conforme as suas obras, e serão lançados no lago de fogo. Depois será cumprido o que o apóstolo Pedro citou: “Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.” Conforme leremos a seguir:
Apocalipse 20.11-15:
E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.
E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.
E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e foram julgados cada um segundo as suas obras.
E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.
E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.
Apocalipse 21.1-4:

E VI um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe.
E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.
E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.
E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O seu comentário é muito importante, fique a vontade mas sempre que possível, deixe assinado o seu nome.