Pages

Pastora, é bíblico?


Este texto traz primeiro a argumentação de certo pastor a quem respeito muito, sobre a ordenação de mulheres na igreja, após traz a minha resposta às citações feitas.

Argumentação do pastor:

A ordenação de mulheres ao pastorado (bem como, ao diaconato e presbiterado) não é uma unanimidade entre as igrejas evangélicas, em algumas denominações há sérias restrições quanto ao ministério feminino, proibindo-as de exercerem cargos de liderança. É uma visão que destoa dos princípios bíblico.

É fato que o Apóstolo Paulo em sua epístola, faz algumas restrições às manifestações das mulheres na igreja, mas, antes de generalizarmos estas recomendações Paulina é preciso que façamos uma analise da situação feminina diante da cultura oriental, ainda hoje, as mulheres são vista como um ser inferior sem voz ativa, eram comercializadas, proibidas de estudarem, saírem às ruas ou mesmo se mostrarem. Esta visão cultural justifica por completo a ação do Apostolo, a igreja carecia de credibilidade diante da sociedade constituída por gentios, a instituição de mulheres como líderes não seria uma atitude sábia à obra missionária.

Na Bíblia encontramos as mulheres exercendo uma série de atividades eclesiais, por exemplo: Servindo na igreja (diaconisas), evangelistas, profetisas, pregadoras, obreiras, etc. Diante de tantos exemplos, é impossível negarmos o chamado e a unção de mulheres ao pastorado. Inclusive, o mover do Senhor é uma realidade em nossos dias, mesmo que não houvesse nenhuma citação na Bíblia endossando o chamado feminino, ainda assim seria aceitável, desde que revelado pelo Espírito Santo de Deus, o verdadeiro edificador da igreja.

Exponho a seguir uma série de atividades exercidas pelas mulheres, veja:

1- Serviram ao Senhor e a Sua igreja:
LC 1.30-38 “ Então o anjo continuou: —Não tenha medo, Maria! Deus está contente com você. Você ficará grávida, dará à luz um filho e porá nele o nome de Jesus. Ele será um grande homem e será chamado de Filho do Deus Altíssimo. Deus, o Senhor, vai fazê-lo rei, como foi o antepassado dele, o rei Davi. Ele será para sempre rei dos descendentes de Jacó, e o Reino dele nunca se acabará. Então Maria disse para o anjo: —Isso não é possível, pois eu sou virgem! O anjo respondeu: —O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Deus Altíssimo a envolverá com a sua sombra. Por isso o menino será chamado de santo e Filho de Deus. Fique sabendo que a sua parenta Isabel está grávida, mesmo sendo tão idosa. Diziam que ela não podia ter filhos, no entanto agora ela já está no sexto mês de gravidez.  Porque para Deus nada é impossível.  Maria respondeu: —Eu sou uma serva de Deus; que aconteça comigo o que o senhor acabou de me dizer! E o anjo foi embora.”
Rm 16.1-6 “Recomendo-vos a nossa irmã Febe, que está servindo à igreja de Cencréia, para que a recebais no Senhor como convém aos santos e a ajudeis em tudo que de vós vier a precisar; porque tem sido protetora de muitos e de mim inclusive. Saudai Priscila e Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus, os quais pela minha vida arriscaram a sua própria cabeça; e isto lhes agradeço, não somente eu, mas também todas as igrejas dos gentios; saudai igualmente a igreja que se reúne na casa deles. Saudai meu querido Epêneto, primícias da Ásia para Cristo. Saudai Maria, que muito trabalhou por vós.”
Fp 4.3 “E a você, meu fiel companheiro de trabalho, peço que ajude essas duas irmãs. Pois elas, junto com Clemente e todos os outros meus companheiros, trabalharam muito para espalhar o evangelho. Os nomes deles estão no Livro da Vida, que pertence a Deus.”
2Rs 4.9,10 “Ela disse ao seu marido: —Tenho a certeza de que esse homem que vem sempre aqui é um santo homem de Deus. Vamos construir um quarto pequeno na parte de cima da casa e vamos pôr ali uma cama, uma mesa, uma cadeira e uma lamparina. E assim, quando ele vier nos visitar, poderá ficar lá.”
Mt 26.12,13 “O que ela fez foi perfumar o meu corpo para o meu sepultamento.  Eu afirmo a vocês que isto é verdade: em qualquer lugar do mundo onde o evangelho for anunciado, será contado o que ela fez, e ela será lembrada.”

2- Profetizas:
Miriã: Ex 15.20 “A profetisa Míriam, que era irmã de Arão...”
Débora: Jz 4.4 “Débora, mulher de Lapidote, era profetisa...”
Hulda:  2Rs 22.14 “Então, os sacerdotes... foram ter com a profetisa Hulda.”
Noadia: Ne 6.14 “... profetisa Noadia e dos mais profetas ...”
Ana: Lc 2.36 “Havia uma profetisa, chamada Ana...”
Filhas de Felipe: At 21.9 “Ele tinha quatro filhas solteiras que profetizavam.”
3- Juíza Instituída por Deus em Israel:
Débora:
Jz 4.4 “...Era também juíza dos israelitas naquele tempo.”

4- Obreiras:
Priscila: At 18.26 “Ele começou a falar com coragem na sinagoga. Priscila e o seu marido Áquila o ouviram falar; então o levaram para a casa deles e lhe explicaram melhor o Caminho de Deus.” Rm 16.3 “Mando saudações a Priscila e ao seu marido Áquila, meus companheiros no serviço de Cristo Jesus.”
5- Diaconisa:
Febe:
Rm 16.1,2 “Eu recomendo a vocês a nossa irmã Febe, que é diaconisa da igreja de Cencréia.”
6- Evangelistas:
Jo 4. 27-29 “Naquele momento chegaram os seus discípulos e ficaram admirados, pois ele estava conversando com uma mulher... Em seguida, a mulher deixou ali o seu pote, voltou até a cidade e disse a todas as pessoas: —Venham ver o homem que disse tudo o que eu tenho feito. Será que ele é o Messias?”
Fp 4.3 “E a você, meu fiel companheiro de trabalho, peço que ajude essas duas irmãs. Pois elas, junto com Clemente e todos os outros meus companheiros, trabalharam muito para espalhar o evangelho.”
7- Pregando aos judeus no templo:
Ana:
Lc 2.37,38 “e que era viúva de oitenta e quatro anos. Esta não deixava o templo, mas adorava noite e dia em jejuns e orações. E, chegando naquela hora, dava graças a Deus e falava a respeito do menino a todos os que esperavam a redenção de Jerusalém.”
8- Presente na primeira reunião de oração:
At 1.14
“Eles sempre se reuniam todos juntos para orar com as mulheres, a mãe de Jesus e os irmãos dele.”
9- Pastor é um dom:
Ef 4.11
“E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres.”
Fica claro que o ofício de pastor é um dom, semelhante ao de profeta, portanto, não há conotação quanto a pessoa ser homem ou mulher. O que realmente é necessário é uma vida santa e pura diante de Deus.
As restrições determinadas por algumas igrejas às atividades das mulheres como líderes, são frutos de entendimento humano, desprovido do mover do Espírito Santo de Deus. O que Deus quer para a Sua igreja verdadeiramente são homens santos, puros e cheios do poder do Espírito, independente do sexo.   
“Vocês, porém, não vivem como manda a natureza humana, mas como o Espírito de Deus quer, se é que o Espírito de Deus vive realmente em vocês. Quem não tem o Espírito de Cristo não pertence a ele.” Rm 8.9


Minha resposta:

Pastor agradeço pela atenção em mandar o arquivo, mas achei bem fraquinho... o autor dá uma mancada logo de início:

“mesmo que não houvesse nenhuma citação na Bíblia endossando o chamado feminino, ainda assim seria aceitável, desde que revelado pelo Espírito Santo de Deus, o verdadeiro edificador da igreja.”

Pergunto: Podemos endossar coisas que a Bíblia não autoriza, caso seja”revelado”? O Espírito de Deus edifica a igreja pela Palavra ou estou enganado?

Outro ponto, ele confunde o anuncio de evangelho com o ensinamento, que do meu ponto de vista são duas coisas diferentes. O impedimento para o pastorado feminino não está ligado ao fato de ela não poder anunciar o evangelho (todo crente, homem ou mulher deve anunciar a Palavra), mas ao fato de Paulo restringir a mulher de ensinar, o que demanda autoridade sobre a igreja.

Veja este trecho, o último do estudo que o senhor me passou:
"Fica claro que o ofício de pastor é um dom, semelhante ao de profeta, portanto, não há conotação quanto a pessoa ser homem ou mulher. O que realmente é necessário é uma vida santa e pura diante de Deus.

As restrições determinadas por algumas igrejas às atividades das mulheres como líderes, são frutos de entendimento humano, desprovido do mover do Espírito Santo de Deus. O que Deus quer para a Sua igreja verdadeiramente são homens santos, puros e cheios do poder do Espírito, independente do sexo."

A Bíblia está cheia de recomendações sobre o proceder dos pastores e obreiros que estão diante do rebanho de Deus, mas nunca vi recomendações a profetas. Imagino que o motivo seja este: O pastor dará conta das ovelhas diante de Deus, o profeta não. Achei muito distorcido comparar o ministério de profeta,com o pastorado. Deus não faz acepção de pessoas para salvar, mas aprendi que o Espírito Santo distribui seus dons conforme quer, às pessoas que quer, e creio que o Espírito age conforme a Palavra de Deus.
Achei muito tendencioso este estudo. A internet está cheia de estudos como este.

Para finalizar veja este trecho escrito sem reflexão, no mínimo:
"O que Deus quer para a Sua igreja verdadeiramente são homens santos, puros e cheios do poder do Espírito, independente do sexo."
Se analisarmos a Palavra de Deus, veremos que santidade, pureza, e ser cheio de Espírito, são características que Deus exige de toda a igreja, não dos obreiros. Mas quando se fala de ministério, é necessário ir além disto, conforme fala a Palavra de Deus:
"Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?)." 1 Tim 3.2-5.
Pelo que entendo neste texto, GOVERNAR BEM A PRÓPRIA CASA é condição indispensável, para se cuidar  da igreja de Deus. É cobrado isto daqueles que querem ser bispos. Uma bispa ou pastora pode governar a sua casa? Ou ensinar ao marido? Para se anunciar o evangelho não é necessário ter domínio sobre a casa. ou posição de autoridade, e a mulher deve anunciar as boas novas da salvação. mas ensinar a igreja não depende dos mesmos quesitos.

Algumas pessoas argumentam que as mulheres não estudavam na época e por isto não poderiam ensinar. Discordo, pois Pedro e João eram homens indoutos, e surpreendiam a todos com a sabedoria com que pregavam pois a capacitação vinha do Espírito Santo. Logo,se Deus quisesse, poderia usar também uma mulher como líder na igreja primitiva segundo o seu poder, não sendo barreira para isto a falta de instrução secular dela, pois é o Espírito que ensina. (Atos 4.13; 1 Co 2.13)

Paulo disse que não permitia que a mulher ensinasse ao marido e relata o motivo desta orientação:
"Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva."  (1 Timóteo 2.12-13)
Isto é, o motivo de a mulher não poder ensinar ao próprio marido, não está relacionado à fatores culturais, mas à sua condição na criação que não é de liderança, mas de ajudadora do líder que Deus lhe deu, o marido. Se a mulher por causa de motivos tão fortes não pode ensinar ao próprio marido, poderia ensinar aos maridos das outras irmãs? À toda a igreja, incluindo o seu próprio marido que estaria contido nela?
Ouvi certa vez o Pr. Paulo Romeiro a quem considero muito, assim como ao amado irmão, dizer que a Bíblia dava apoio para o ministério de ensino às mulheres com base no texto de Tito 2.3-4 que diz: "As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos...". Sinceramente amado pastor, entendo neste texto que as mulheres devem ensinar à outras mulheres, que sejam menos experientes nos afazeres de mães e esposas. Não vejo aqui referência a reuniões da igreja, nem que este ensinamento seja o mesmo que foi proibido em outras cartas. Sendo assim, este texto não invalida os outros dois, pois estão em perfeita harmonia. Além disto, esta orientação é somente para as mulheres experientes, idosas e não para todas as mulheres.

Para finalizar, o autor nem cita os textos bíblicos nos quais Paulo proíbe a mulher de ensinar ou falar "na igreja", apenas passa batido, isto me pareceu desonesto com o ensinamento da Palavra de Deus, que deve ser feito mostrando todos os pontos.

Pastor XXXXX, adquiri vários DVD's do senhor e admiro muito a sua sabedoria ao ensinar, me ajudou muito. Fico triste somente pelo fato de o senhor não ter mais tempo para me ajudar nestas questões, caso eu esteja errado. Espero que não pense que já tenho opinião formada sobre o tema, estou expressando o que entendi dos textos citados até agora, mas o Pr. pode me ajudar a entender certo se eu estiver errado. Minha posição é de aluno e respeito muito o senhor.

Alguns links interessantes:

2 comentários:

  1. [3/11 03:57] Pastor Felipe: A paz. Entendi o ponto de vista de ambas as partes e concernente a estrutura eclesiástica acredito que tudo isso é discutível, talvez nunca tomei partido em relação a isso até porque o Ministério que sempre fiz parte ordena Pastoras, Evangelista(mulher) e Missionárias, ainda que nem todas Apascenta, mas muitas cumprem com a posição inclusive no Campo de Carapicuíba e com excelência.

    Mas se fosse pra analisar, penso o seguinte: Quantos batem no Ministério Feminino mas não tem coragem de se deixarem ser usados como tal? Quantas Missionárias sérias e servas de Deus temos ganhando almas? Indo onde homens com altos cargos eclesiásticos não querem ir? Acredito que se Deus tem usado Mulheres sérias e isso é Notório e indiscutível que Deus tem usado Mulheres pra ensinar, ganhar almas e apascentar, quem pode impedir o chamado dessas? Acredito que Deus usa mulheres e talvez nem precisaria se homens cumprissem o seu papel não só na igreja como na sociedade, se fosse assim as mulheres não deveriam trabalhar ou se fizerem teria de ser em cargos que não poderiam ensinar. Seria muita ignorância alguém querer banir uma Mulher da direção de uma igreja mesmo vendo que Deus está usando ela para tal, ou vamos afirmar que Deus não usa?

    A Bíblia ordena Obreiro ser Casado e quantos são ungidos Diáconos, Presbíteros, Pastores, sem serem Casados? Então porque implicar com as Mulheres?

    Encerro minha opinião da seguinte forma: Seja Homem ou Mulher, para realizar o Ministério Pastoral deve ser Casado(a). E se as Mulheres estão Ganhando, Discípulando, Consolidando e Enviando Almas, serão impedidas só porque são mulheres? Por ventura irão elas para o inferno? E se os Homens Baterem no Peito e discutirem essa questão ao ponto de impedir o Ministério Pastoral Feminino, isso irá somar para o Reino dos Céus? Irá gerar mais conversão?

    Acho que não podemos perder a visão de Reino. Como está escrito em Provérbios 11.30 = Sábio é quem ganha Almas. (Seja Homem, Seja Mulher, e como ganhar se não puderem ensinar?)

    A Paz
    [3/11 04:08] Pastor Felipe: Lembrando que um Pastor ou pelos menos quase todos precisou estudar, ser medicado em algum momento, trabalhar em alguma empresa e até aprender dirigir um veículo ou um curso de idiomas e tudo isso ensinado por Mulheres na maioria das vezes.

    Agora hoje em dia uma Mulher pode ser Empresaria e Dona de uma Empresa gerida por ela e que emprega homens Pastores de Igreja, podem ser Professora e Mestres nas Escolas e Universidades que Pastores se formam, podem ser Médicas e operar um Coração ou um Cérebro de um Pastor, ser Instrutora em uma auto escola pra um Pastor tirar a Habilitação, ou uma Professora de Grego e Hebraico para o Aperfeiçoamento de um Pastor, uma Mulher pode votar, ser Presidente do País e etc...e não terá uma Mulher capacidade para Cuidar de uma Igreja?

    Seria muito Machismo hoje de nossa parte dizer que uma Mulher não pode Pastorear. Só minha humilde opinião.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Paz Felipe!

    Segue sua resposta:
    "Quantos batem no Ministério Feminino mas não tem coragem de se deixarem ser usados como tal? Quantas Missionárias sérias e servas de Deus temos ganhando almas? Indo onde homens com altos cargos eclesiásticos não querem ir?"
    R: Isto se chama pragmatismo meu amigo. O fato de mulheres serem usadas por Deus no ministério só prova que os homens estão deixando o seu lugar obrigatório. Deus pode usar, mulheres, crianças, jumentas, baleias...
    Outro ponto, você saberia me dizer quantas "missionárias" assembleianas não fazem missão nenhuma? Não sejamos ingênuos, a consagração anti bíblica destas missionárias somente serve à causa de um ministério que precisa de votos para manter seu presidente eleito. Inclusive, há custo financeiro para a tais missionárias né...

    Sobre o resto não tive tempo de responder mas....

    Fico decepcionado quando um PASTOR expressa sua opinião sem qualquer respaldo bíblico.

    ResponderExcluir

O seu comentário é muito importante, fique a vontade mas sempre que possível, deixe assinado o seu nome.